top of page

Corinthians cheio de desfalques faz ótimo jogo defensivo e elimina o Boca juniors na Argentina

O Corinthians escreveu mais uma linda página em sua história gloriosa. Na base da superação, o Timão eliminou o Boca Juniors-ARG nos pênaltis, em La Bombonera, por 6 x 5. A partida foi decidida nas penalidades após dois empates em 0x0 no confronto válido pelas oitavas de finais da Copa Libertadores da América.


Os problemas do Timão começaram na escalação e Vítor Pereira teve muita dor de cabeça para formar a equipe. Além dos atletas que já estariam fora como Paulinho (só volta em 2023) e Maycon (em tratamento de lesão), o Corinthians não teve Fagner, Renato Augusto (não se recuperaram há tempo), Adson (com Covid-19) e Willian que foi para o banco de reservas, mas não tinha nenhuma chance de entrar na partida.


Com isso, o treinador apostou no sistema defensivo. E deu certo. Sem forças para atacar o adversário, o Corinthians jogou quase todo o jogo do meio campo para trás, sabendo que não era impossível vencer nos pênaltis. E realmente não foi. A equipe resistiu a pressão do Boca, conseguiu o empate e levou a decisão para as penalidades máximas.


Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians


Nas cobranças, pelo Boca Juniors, Rojo, Izquierdoz, Pol Fernández, Oscar Romero e Varela acertaram. O gigante Cássio defendeu as cobranças de Villa e Ramírez. Já Benedetto chutou por cima do gol. Do lado corinthiano, Fábio Santos, Cantillo, Róger Guedes, Roni, Lucas Piton e Gil fizeram os gols. Falharam na cobrança os defensores Raul Gustavo e Bruno Melo.


Na próxima fase, o Timão enfrentará o vencedor do confronto entre Flamengo-RJ e Tolima-COL. O jogo das quartas de finais será daqui a um mês, tempo hábil para recuperar nossos principais jogadores e entrar com força total em mais uma fase decisiva.


Comments


bottom of page